15.11.07

Gerry McCan acusou polícia portuguesa de falsificar provas

O pai de Madeleine McCann terá confidenciado a Ed Smart, pai de uma criança norte-americana raptada em 2002 e encontrada no ano seguinte, que admitia a hipótese de as amostras de ADN alegadamente encontradas no Renault Scenic poderem ter sido lá colocadas propositadamente para incriminar o casal McCann.

A referência a esta conversa foi feita por Ed Smart durante uma entrevista ao “Larry King Live”, uma dos mais populares e conhecidos programas de televisão norte-americanos.

Sem comentários: