19.11.07

Pinto de Abreu propôs acordo a Kate McCann

O advogado Pinto de Abreu, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados, foi o intermediário da Polícia numa proposta de acordo para que Kate McCann confessasse um crime, diz o jornal “This Is London.” Kate reagiu com uma explosão de fúria, quando Pinto de Abreu lhe telefonou, por volta das 3 da manhã, para lhe apresentar uma proposta da Polícia Judiciária: se Kate confessasse um homicídio por negligência, apanharia apenas dois anos de cadeia, refere o matutino inglês.

Sem comentários: